Pastor é preso por iludir vítimas com falsas promessas de casas em bairros nobres de JP

No escritório foram apreendidos documentos que podem comprovar a fraude

Polícia | Em 06/03/13 às 20h20, atualizado em 06/03/13 às 21h01 | Por Pollyana Sorrentino
Emerson Machado
Pastor foi preso em escritório

Um pastor foi detido no início da noite desta quarta-feira (06), por policiais integrantes da Delegacia de Defraudações de João Pessoa. Ele é suspeito de participar de uma quadrilha que cobrava entre R$ 250 e R$ 400, para incluir o nome das pessoas – vítimas do golpe - em uma lista de espera para a construção de casas em bairros nobres de João Pessoa.

Pelo menos 300 pessoas foram ludibriadas pelo trio, com a promessa de que pagando o valor referente ao cadastro na lista de espera, teriam a oportunidade de comprar uma casa no valor de R$ 50 mil, localizada em condomínios nos bairros do Bessa ou Altiplano.

A prisão foi realizada em um escritório que supostamente funcionava como agência de turismo no Bairro dos Estados, onde o pastor estava acompanhado de um casal que também participava dos golpes. No local foram apreendidos documentos que podem comprovar a fraude.

Projeto das 'casas vendidas' pelos golpistas

Foto: Projeto das 'casas vendidas' pelos golpistas
Créditos: Twitter @emersonmofi

O caso está sendo acompanhado pelo delegado Gustavo Carlito. O nome dos suspeitos ainda não foi divulgado. O trio foi encaminhado à Central de Polícia no bairro do Varadouro.

Acompanhe matéria completa sobre o caso na reportagem de Emerson Machado, nesta quinta-feira (07), na TV Correio. 

Atenção

Fechar